INTERCONTINENTAL 2015 FECHOU MAIS UM ANO DE SUCESSO

Depois da conquista do Mundial FIFA, em Espinho, e a Liga Europeia, na Estónia, a equipa das Quinas partiu para o Dubai com uma forte ambição de vencer a Taça Intercontinental. Na segunda participação, na prova, a formação portuguesa não foi feliz e acabou na sexta posição.

Não faltava confiança para a segunda participação na Taça Intercontinental. Em 2015, os campeões do Mundo e da Europa entraram com toda a força e acabaram por vencer o México, no primeiro desafio. Contudo os encontros seguintes não corresponderam às expetativas e a Seleção portuguesa acabou por ficar de fora das meias finais. Nos dois últimos desafios do Grupo B a seleção Nacional perdeu diante do Irão e Taiti. Ambas as Seleções avançaram para a fase decisiva. A equipa nacional terminou na 3ª posição e o México em último. O Grupo A foi composto pelas formações dos EAU, Rússia, Egipto e Argentina. Seguiram para as meias finais a Rússia e o Egipto. A formação dos EAU terminou no 3º lugar e a Argentina em quarto.

Nos encontros que determinaram a classificação final, de cada Seleção, a formação orientada por Mário Narciso venceu, com toda a superioridade, a Argentina. Os EAU acabaram por vencer a formação do México e defrontaram Portugal no último dia da prova. Nesse encontro a Seleção Nacional não teve no seu melhor e acabou por perder diante da equipa da casa. A formação das Quinas terminou a prova na sexta posição e não conseguiu vencer a terceira prova consecutiva no ano de 2015. Um ano desgastante mas de enorme sucesso.

Quem acabou por vencer a edição de 2015, da Taça Intercontinental, foi a Rússia diante do Taiti. Para chegar ao encontro decisivo os russos venceram o Irão. Já o Taiti ultrapassou a formação do Egipto. A Seleção iraniana terminou a prova na terceira posição depois de vencer a equipa africana no encontro referente ao 3º e 4º lugar.

Nos prémios individuais, Yury Krasheninnikov (Rússia) foi eleito o Melhor Jogador da prova. Já Mohamed Gamal (Egipto) foi o Melhor Marcador e Humaid Albalooshi (Irão) venceu o prémio de Melhor Guarda Redes.

Convocados de Mário Narciso: Alan, Bê Martins, Belchior, Bruno Henriques, Bruno Novo, Bruno Torres, Jordan Santos, José Maria, Léo Martins, Madjer, Rui Coimbra e Tiago Petrony

Jogo / Resultados:
J1: Portugal 5-3 México (Belchior (2), Madjer, Bruno Torres e Rui Coimbra)
J2: Irão 5-3 Portugal (Bruno Novo, Jordan Santos e Belchior)
J3: Portugal 2-6 Taiti (Belchior e José Maria)
6º ao 8º: Portugal 6-2 Argentina (Jordan Santos (2), Bruno Novo (2), José Maria e Léo Martins)
5º e 6º: Portugal 1- 4 EAU (Rui Coimbra)

Classificação geral: Rússia, Taiti, Irão, Egipto, EAU, Portugal, México e Argentina

Elite | Apuramento de Campeão

PosiçãoEquipaJVDP
13309
23216
33123
43030

Elite | Manutenção / Descida

PosiçãoEquipaJVDP
13309
23216
33123
43030

Facebook

BEACH SOCCER WORLDWIDE

RANKINGS