UM ANO APÓS A FESTA NO PARAGUAI

A 1 de Dezembro de 2019, Portugal fez a festa no Paraguai. A equipa das Quinas venceu a Itália na final do Mundial FIFA e conquistou o terceiro título na competição, o segundo com a organização FIFA!

Foi com um arranque demolidor que a Seleção portuguesa começou o caminho em busca de mais um título! A Nigéria até marcou primeiro mas Portugal chegou à vitória com o resultado a terminar em 10-1. Uma goleada a fazer lembrar os velhos tempos da modalidade.
No desafio seguinte a nossa formação teve pela frente o Brasil. Um encontro sempre apetecível onde não faltou, como o habitual entre estas duas equipas, espetáculo e golos. A emoção no resultado durou até ao fim da partida, mas a vitória “caiu” para os canarinhos. O Brasil venceu, por 9-7, mas Portugal saiu com a cabeça bem levantada. Ao terceiro encontro, da fase de grupos, a equipa das Quinas carimbou o passaporte para os quartos de final, diante do Omã. O jogo foi de domínio português mas o resultado final apenas ficou registado em 3-1, graças a um guarda redes adversário que evitou um nova goleada da formação nacional.

A Seleção do Senegal foi o primeiro adversário da fase a eliminar. Mais um encontro onde a equipa liderada por Mário Narciso foi mandona e dona dos acontecimentos. Os africanos até marcaram primeiro mas Portugal deu a volta e garantiu as meias finais com uma vitória, por 4-2. A Seleção Nacional estava apenas a um desafio de marcar presença em mais um jogo decisivo. Para chegar às grandes decisões teria que ultrapassar a formação do Japão. Num areal impróprio para a prática da modalidade a Seleção portuguesa venceu os nipónicos após grandes penalidades. No fim do tempo regulamentar e prolongamento o placar marcava um empate a três golos. A equipa das Quinas teve por cima dos acontecimentos mas o Japão foi uma formação fria que conseguiu levar o desafio para as grandes penalidades. Foi debaixo de um temporal que Portugal deu o passo decisivo para a final.

Foi diante da Seleção da Itália que Portugal conquistou mais um título mundial. A equipa das Quinas realizou uma excelente partida e não deu hipótese ao seu adversário, apesar de terem sido os italianos e marcarem primeiro. A equipa das Quinas deu a volta ao marcador, esteve a vencer por quatro golos de diferença e terminou a partida com uma vitória por 6-4. Uma exibição muito personalizada, e de união, fez com que Portugal fizesse mais uma vez história, desta vez no Paraguai.

Nos prémios individuais, Elinton Andrade foi eleito o Melhor Guarda Redes da prova. Um dia que fica também marcado pelo fim da carreia de Madjer. A lenda do Futebol de Praia nacional e mundial deixou os areais após 22 anos a somar títulos e uma história inigualável.

Jornada 1: Portugal 10-1 Nigéria (Bruno Torres (3), Rui Coimbra (2), Belchior (2), Léo Martins, Jordan Santos e Madjer);
Jornada 2: Brasil 9-7 Portugal (Rui Coimbra (2), Jordan Santos (2), Léo Martins (2) e Belchior);
Jornada 3: Omã 1-3 Portugal (Léo Martins, Rui Coimbra e Bê Martins);
Quartos de final: Senegal 2- 4 Portugal (Jordan Santos, Léo Martins, Bê Martins e Diassy (pb));
Meias Finais: Japão 3(1)-(2)3 Portugal (Bê Martins (2) e Léo Martins)
Grandes penalidades: (Madjer e Rui Coimbra);
Final: Itália 4-6 Portugal (Jordan Santos (3), Léo Martins (2) e André Lourenço).

Convocados de Mário Narciso: André Lourenço, Belchior, Bê Martins, Bruno Torres, Elinton Andrade (GR), João Gonçalves “Von”, Jordan Santos, Léo Martins, Madjer, Rúben Brilhante, Rui Coimbra e Tiago Petrony (GR);

Elite | Apuramento de Campeão

PosiçãoEquipaJVDP
13309
23216
33123
43030

Elite | Manutenção / Descida

PosiçãoEquipaJVDP
13309
23216
33123
43030

Facebook

BEACH SOCCER WORLDWIDE

RANKINGS