MUNDIAL 2015: TUDO FOI PERFEITO E PORTUGAL SAGROU-SE CAMPEÃO DO MUNDO

Ser campeão do mundo em casa e perante o seu público é o sonho de qualquer equipa, seja em que modalidade for. Em Espinho a Seleção Nacional estava a uma vitória de realizar esse sonho, mas para isso tinha de ultrapassar a formação do Taiti. A 19 de Julho de 2015 os astros estiveram todos alinhados e Portugal foi mesmo Campeão do Mundo! 

Depois da derrota diante do Senegal a Seleção portuguesa partiu para um leque de exibições que levaram a que fosse possível chegar ao encontro decisivo do Mundial FIFA 2015. Exibições que se traduziram em excelentes vitórias que moralizaram, ainda mais, a equipa das Quinas a triunfar no jogo decisivo. A formação taitiana chegou ao grande encontro depois de vencer o Grupo D, e derrotar as Seleções do Irão e Itália nos quartos de final e meias finais. Depois do que fizeram no Mundial em sua casa, a formação da Oceânia já não era uma surpresa mas sim uma equipa a ter em conta.

A nossa Seleção entrou determinada em conquistar o título. Logo no pontapé de saída, do encontro, Madjer fez funcionar o marcador. Um golo, que mesmo não querendo dizer nada em relação ao vencedor, deu a certeza para o que vínhamos. A meio do primeiro tempo, Portugal chegou ao 2-0 com o golo de Belchior. Um resultado que fechou o primeiro período e que dava mais confiança à equipa portuguesa e ao fantástico público português.

Já dentro do segundo tempo, Portugal dilatou a vantagem com o golo de Rui Coimbra, após um excelente remate de Andrade onde o número dois encostou de cabeça. Em Futebol de Praia três golos de vantagem não querem dizer nada, mas ajudam a estar mais perto das vitórias e dos títulos. A Seleção do Taiti não baixou os braços e foi à procura de inverter os acontecimentos. Na resposta ao golo de Coimbra, os taitianos reduziram por intermédio de Labaste, e dois minutos depois Kuee colocou o resultado com um golo de diferença. Ainda dentro do segundo tempo, um grande golo de Bruno Novo voltou a dar uma vantagem de dois golos para Portugal.

Ao longo de toda a prova a Seleção do Taiti mostrou que não virava a cara ao jogo, muito menos ao resultado. Na grande final isso não fugiu à regra. Já no derradeiro tempo fizeram o seu terceiro golo, por intermédio de Kuee a passe do guardião Torohia. Com apenas um golo de diferença a formação do Taiti acreditou que podia fazer história e fez de tudo para chegar ao empate. Quando faltava cerca de um minuto para o fim da partida, Alan colocou a bola no fundo da baliza em mais um grande golo. Estava feito o 5-2!

As contas estavam praticamente fechadas e o título mundial já estava numa mão. A arena da Praia da Baia explodiu de emoção. O sonho estava muito perto de ser real. As lágrimas corriam pelo rosto dos nossos jogadores e já ninguém acreditava em outro desfecho. O último apito chegou e Portugal sagrou-se Campeão do Mundo pela primeira vez sobre a organização da FIFA. Um título especial, em casa e perante os nossos adeptos.

Este foi um título também especial para o Futebol de Praia Portugal, que ainda estava a dar os primeiros passos nesta, nossa, aventura.

Recordar é viver, obrigado Portugal!

Portugal 5-3 Taiti (2-0, 4-2, 5-3)

Cinco inicial: Elinton Andrade, Jordan Santos, Bruno Novo, Madjer e Belchior

Suplentes: Tiago Petrony, Rui Coimbra, Léo Martins, Alan, José Maria e Bê Martins.

Treinador: Mário Narciso

Golos: Madjer, Belchior, Rui Coimbra, Bruno Novo e Alan

Calendário 2020

Facebook

BEACH SOCCER WORLDWIDE

RANKINGS