CF CHELAS COM OS OLHOS NA NOVA ÉPOCA

Ainda estávamos em 2019 e o CF Chelas já pensava no ano de 2020. No mês de Novembro, o clube de Chelas começou o trabalho para a nova época e para a participação na Mar Menor CUP 2019. Tivemos à conversa com Sérgio Rodrigues e Telma Sousa, treinador e diretora desportiva, da formação de Lisboa.

Foi curto o espaço de tempo entre o fim da última época e a preparação para 2020. O CF Chelas iniciou os trabalhos para a nova época nos últimos meses de 2019. Em Dezembro estiveram em Espanha a participar na Mar Menor CUP. O caminho para esta nova época está bem definido como nos conta Sérgio Rodrigues, treinador da formação lisboeta, ”Temos a época toda planeada com uma estratégia bem definida e todos sabem o caminho a seguir e as tarefas a desempenhar.”

FPP: Como tem corrido os trabalhos de preparação para a nova temporada?

SR: “Os trabalhos têm corrido dentro do planeado, fomos a primeira equipa, em Portugal, a começar devido á nossa participação no torneio Mar Menor CUP 2019 em Múrcia. Temos uma equipa praticamente nova. Nesta fase o objetivo passa pelo entrosamento entre os jogadores que transitam da época passada e os que chegam, consequentemente evoluir o nosso jogo e começar a aumentar os índices físicos.”

FPP: A época passada não correu como o esperado. Que conclusões tiram para o futuro?

SR: “Sim. A época passada não correu como esperado, houve vários problemas que foram resolvidos internamente e tomamos medidas para que não voltem a acontecer. Temos a época toda planeada com uma estratégia bem definida e todos sabem o caminho a seguir e as tarefas a desempenhar.”

FPP: Qual o balanço da participação na Mar Menor CUP 2019?

SR: “O balanço é bastante positivo. O principal objetivo era divulgar o clube, e a freguesia, pela primeira vez na modalidade além fronteiras. Foram muitas horas de viagem, até Múrcia, e apesar do desgaste, permitiu aos jogadores conhecerem-se melhor, perceber a competição, onde poderíamos melhorar o nosso jogo e evoluir para preparar as provas oficiais deste ano.”

FPP: Que objetivos foram traçados para esta temporada?

SR: “Estamos a trabalhar para entrarmos em todos os jogos em condições de lutar de igual para igual com qualquer equipa. O nosso principal objetivo é o campeonato onde tudo iremos fazer para colocar o clube na Divisão de Elite. Sabemos que iremos ter uma concorrência forte mas iremos trabalhar e fazer o melhor para que no fim o nosso principal objetivo seja atingido. Na Taça de Portugal e na Euro Winners CUP queremos tentar ir o mais longe possível.”

FPP: O que esperas da participação nas eliminatórias da Euro Winners CUP?

 SR: “Nas eliminatórias da Euro Winners CUP tentaremos fazer a melhor classificação possível e subir o nosso ranking mundial, bem como dignificar as equipas portuguesas, o clube e a nossa freguesia.”

O renovado plantel da equipa de Lisboa está baseado em três palavras, como nos explica a diretora desportiva, Telma Sousa: “Disciplina, Compromisso e Trabalho”. A história do clube de Chelas é recente mas o balanço é positivo e recentemente colmataram um dos pontos negativos: “Colocámos esta semana areia nova no nosso campo que era um dos pontos negativos e que quisemos corrigir”

FPP: Que competições pensam participar além do Campeonato Nacional e da Taça de Portugal?

TS: “Além dessas duas competições, queremos entrar nas eliminatórias da Euro Winners CUP 2020 e em dois ou três torneios, em datas especificas, dentro do nosso plano de trabalho. Existe também a possibilidade de fazermos um torneio em nossa casa que ainda está em análise.”

FPP: O plantel será baseado em que tipo de jogadores?

TS: ”Este ano temos três palavras chaves: Disciplina, Compromisso e Trabalho. Todos os jogadores foram escolhidos tendo em conta vários fatores não só pela qualidade desportiva mas também pela qualidade humana. Todos eles dedicam-se exclusivamente ao Futebol de Praia, este foi também um dos principais critérios, o que nos permite trabalhar o ano inteiro. Quando o tempo não permite trabalhar no campo temos o nosso ginásio, bem como a nossa sala de reuniões onde visualizamos alguns jogos e abordamos várias questões táticas para estarmos cada vez mais perto dos melhores.”

FPP: O CF Chelas é um dos recentes clubes do Futebol de Praia. Que balanço fazes até ao momento?

TS: “O Balanço é positivo, estamos a fazer o nosso caminho, somos um clube recente no Futebol de Praia mas somos dos poucos que tem instalações próprias: campo, cabines, ginásio, etc. O clube está empenhado em fazer crescer a modalidade, dando as melhores condições aos atletas para que brevemente seja um dos ícones do Futebol de Praia nacional. Colocámos esta semana areia nova no nosso campo que era um dos pontos negativos e que quisemos corrigir. Iremos tentar estar sempre atentos de forma a criar mais e melhores condições para a prática da modalidade no centro de Lisboa.”

FPP: Qual a importância do Futebol de Praia Portugal para a modalidade?

TS: “O Futebol de Praia Portugal é muito importante na divulgação dos Atletas, dos Clubes, da Seleção Nacional, e acima de tudo da modalidade. Já é uma referência de comunicação, e consulta, não só em Portugal como a nível internacional. É um meio de informação onde podemos acompanhar os atletas, em vários países durante a época, os clubes portugueses e a nossa Seleção. Somos o país Campeão do Mundo, da modalidade, onde também temos o melhor jogador de sempre e agora mais recentemente o Melhor Jogador do Mundo de 2019. Devíamos ter mais competição e durante o ano inteiro. Para nos mantermos no topo do Futebol Praia mundial o caminho terá de ser esse, e para isso, o vosso papel na divulgação será sempre muito importante.

Facebook

NO DIA

BEACH SOCCER WORLDWIDE

RANKINGS