REVISTA DO ANO 2019: SELEÇÃO NACIONAL

Campeões do Mundo e da Europa. Conquista da Medalha de Ouro nos Jogos Europeus. Vencedores do Mundialito e do Torneio Internacional da China. 2019 foi o ano das reconquistas!

O melhor fica para o fim. É uma das frases mais usadas pelo povo português e que se aplica na perfeição à Seleção Nacional neste 2019. A última conquista deste, longo, ano foi a mais desejada. No areal do Paraguai a equipa das Quinas venceu o Campeonato do Mundo, o segundo sobre a organização da FIFA, após a vitória sobre a Itália na grande final. A formação portuguesa apenas perdeu, na fase de grupos, diante do Brasil. As Seleções da Nigéria e Omã foram derrotadas na mesma fase. Nos quartos de final a equipa das Quinas venceu o Senegal e nas meias finais o Japão. Depois da conquista de 2015, em Espinho, Portugal volta assim ao topo do Mundo.

Um título que começou a ser construído, em Moscovo, após a vitória, no desempate por grandes penalidades, diante da Espanha. Em mais um grande duelo ibérico, onde se registou um empate a cinco, Andrade defendeu duas, das três, grandes penalidades espanholas. Madjer e André Lourenço marcaram para Portugal.

Nessa caminhada vencemos a Moldávia, Noruega, França, na primeira fase de grupos, e seguimos com a vitória sobre a Lituânia. Na segunda fase de grupos vencemos a Polónia mas perdemos diante da Bielorrússia e Itália. A terceira posição permitiu a Portugal lutar pela última vaga frente à Espanha.

A Figueira da Foz recebeu a Super Final da Liga Europeia. A equipa das Quinas sagrou-se campeã da europa depois de quatro vitórias. O título foi conquistado diante da Rússia em mais uma emocionante final. No percurso, ate esse jogo, Portugal venceu a Turquia, Ucrânia e Itália. A Nazaré voltou a acolher uma das etapas da prova. No areal nazareno, Portugal venceu a Polónia, Ucrânia e Suíça. Para a história fica uma Liga Europeia só com triunfos que terminou da melhor maneira. A última conquista tinha sido no ano de 2015.

O histórico Mundialito foi realizado, no mês de Agosto, na Nazaré. Mais uma prova onde Portugal só soube vencer. Pela frente a armada portuguesa teve o Senegal, Japão e a Espanha. Este foi o sétimo Mundialito para o nosso palmarés.

Neste 2019 fizemos história nos Jogos Europeus. A Medalha de Ouro era um desejo antigo que finalmente foi conquistado em Minsk. No areal da Bielorrússia a formação nacional começou com uma derrota diante da Suíça. Seguiu-se as vitórias frente à Roménia, Bielorrússia e Ucrânia. Na corrida pelo Ouro a Seleção Nacional não deu hipóteses aos espanhóis e conquistou assim a tão desejada medalha.

O ano começou com uma viagem até ao continente asiático. Na disputa do Torneio Internacional da China a equipa das Quinas venceu a República Checa, China e Inglaterra. Com estes três triunfos a nossa Seleção começou as suas conquistas de 2019.

Também houve dissabores para a formação portuguesa. Em Maio não conseguimos o apuramento para os Jogos Mundiais de Praia. Na qualificação europeia vencemos o Cazaquistão e a França mas pelo meio perdemos diante da Suíça e Ucrânia. Nos Jogos do Mediterrâneo conquistamos a Medalha de Prata. Na Grécia chegamos à final da prova após as vitórias sobre Marrocos, Grécia e Síria. Na luta pelo Ouro a Itália foi superior.

Foi um 2019 cheio, longo mas inesquecível. Valeu a pena ser o ano com mais competição de sempre.