ESTAMOS NA FINAL

Num areal impróprio para um jogo de Futebol de Praia a Seleção portuguesa apurou-se para a final após a vitória, nas grandes penalidades, sobre o Japão. Amanhã a Itália é o adversário no jogo decisivo.

Determinados e com apenas um objetivo em mente a Seleção Nacional entrou melhor na partida. Ao contrário dos anteriores encontros, Portugal foi a primeira equipa abrir o marcador. Um golo, apontado por Léo Martins aos 2 minutos, que veio justificar o domínio português. Com o golo sofrido o Japão começou a entrar na partida e teve em Ozu o seu maior perigo. No lado português morava um Elinton Andrade imparável. A dois minutos do fim do primeiro período, Ozu fez o empate de livre direto.

Esperava-se uma resposta portuguesa mas foram os japoneses que voltaram a marcar no início segundo tempo. A equipa das Quinas reagiu com diversas oportunidades com Bê Martins, Léo Martins e Jordan, no papel dos, principais, protagonistas. Perante um areal pesado, e impróprio para a prática da modalidade, Portugal e Japão protagonizaram um encontro de muita entrega mas com um maior ascendente para a formação portuguesa.

No terceiro tempo as oportunidades portuguesas começaram a dar em, belos, golos. A reviravolta no marcador apareceu por dois brilhantes golos de Bê Martins. A Seleção Nacional passou para a frente do marcador e acalmou o ritmo de jogo. Quando já esperávamos pelo apito final os japoneses voltaram a igual o marcador.

Já no prolongamento a formação portuguesa podia ter chegado ao golo mas foi só através das grandes penalidades que a chegada à final, do Mundial FIFA 2019, foi uma realidade. Os golos de Madjer e Rui Coimbra deram a vitória a Portugal. No lado japonês apenas Yamauchi marcou.

Na grande final a equipa portuguesa terá pela frente a Itália. Os italianos, debaixo de um verdadeiro temporal, venceram a Rússia, por 8-7, num grande jogo de Futebol de Praia.

 

JAPÃO 3(1)-3(2) PORTUGAL

Cinco inicial: Elinton Andrade, Rui Coimbra, Jordan Santos, Bê Martins e Léo Martins.

Suplentes: Tiago Petrony, André Lourenço, Bruno Torres, Rúben Brilhante, Madjer (Capitão), João Gonçalves “Von” e Belchior.

Treinador: Mário Narciso.

Golos: 1º período Léo Martins (2);  3º período Bê Martins (28); Bê Martins (30); Grandes penalidade Madjer e Rui Coimbra.

Foto: FIFA Beach Soccer World Cup