INTERNACIONAIS PORTUGUESES BRILHAM NA TURQUIA

A primeira edição da World Winners CUP mas precisamente da Taça Mundial de Clubes contou com cinco internacionais portugueses. André Lourenço e Elinton Andrade vestiram a camisola do Flamengo, equipa que venceu a competição. Com as cores da Meizhou Hakka estiveram Jordan Santos, Léo Martins e Bê Martins.

As duas formações, que contaram com os nossos internacionais, chegaram à final depois de uma fase de grupos, e fase de eliminatórias, a somar vitórias atrás de vitórias. Na grande final a formação brasileira levou o troféu para casa após o triunfo por 5-3. Um dos três golos da formação chinesa foi apontado por Jordan Santos. O Flamengo sagrou-se assim a primeira equipa a vencer a prova!

No primeiro encontro do Flamengo, diante do Al-Arabi, Andrade fez o primeiro golo e André Lourenço o último, da vitória por 6-1. Seguiu-se as vitórias frente ao Shahin Kazar (6-2) e sobre o Boca Gdansk (7-4). Um jogo que teve mais um golo de André Lourenço. Nos oitavos de final venceram o FC Vybor (9-1), nos quartos de final a formação do Sovetov (4-2) e nas meias finais o Levante UD após grandes penalidades. No tempo regulamentar o desafio terminou com um empate a quatro bolas, com um dos golos a ser apontado por André Lourenço. Nos penalties a formação brasileira venceu por 3-2.

Todos os encontros da Meizhou Hakka teve golos de pelo menos um internacional português. Apenas na final registou-se um golo com o selo nacional. Nos restantes encontros, Léo Martins, Bê Martins e Jordan faturaram sempre. Podemos afirmar que o sucesso da formação chinesa muito se deve ao trio da nossa Seleção. Dos 47 golos marcados, 34 foram da autoria dos irmãos Martins e do nazareno.

Tudo começou frente ao Alanya com uma vitória por 10-9. No primeiro jogo, referente à fase de grupos, Lèo Martins apontou 4 golos, Jordan 2 e Bê Martins 1. Seguiu-se o triunfo, por 8-5, sobre a equipa do Moghavemat, com os hat-tricks de Léo Martins e Jordan, e com mais dois “tentos” de Bê Martins.

Nos oitavos de final, Léo “apenas” fez 2 golos, Jordan e Bê fizeram um cada um. A Meizhou Hakka venceu por 7-4 o Real Munster. Frente ao Rostocker Robben, em partida dos quartos de final, venceram por 10-3. Sete dos dez golos foram apontados por Léo Martins (3), Bê Martins (3) e Jordan (1). No acesso à final derrotaram a equipa do Shahin Khazar por uns claros 9-1. Léo voltou a fazer 4 golos, num jogo, Jordan 3 e Bê 1. Contabilizando todos os golos, Léo Martins fez 16, Jordan 11 e Bê Martins 8.

Em termos de prémios individuais, Léo foi eleito o Melhor Jogador e Andrade o Melhor Guarda Redes. Filipe, da equipa do Alanya, venceu o prémio de Melhor Marcador.