EM CASA MANDAMOS NÓS

Nos anos de 2008, 2009, e 2010 as decisões da Liga Europeia foram disputadas em Portugal. Vila Real de Santo António e Lisboa foram os palcos de todas as emoções. A Seleção portuguesa venceu duas, das três, edições e Madjer foi premiado em todas elas.

2008: REVALIDAÇÃO DO TÍTULO EM CASA

A primeira edição, da Super Final da Liga Europeia, realizada em Portugal aconteceu no ano de 2008 em Vila Real de Santo António – Algarve. A Seleção Nacional, que tinha vencido a competição em 2007, entrou diretamente para a fase final sem disputar as habituais Etapas.

Além da Super Final foram realizadas duas Etapas de apuramento. A primeira em Itália (Lignamo Sabbiadoro) e a segunda em França (Tignes). Da primeira Etapa ficaram apuradas as Seleções da Suíça, Itália e Polónia. Já em França apuraram-se a Rússia, França e Holanda. A Seleção da República Checa também garantiu a vaga, para as grandes decisões, como a melhor quarta classificada nas duas Etapas.

No Algarve a Super Final foi disputada em formato de eliminatórias. A Seleção Nacional iniciou a competição com uma vitória sobre a formação da República Checa por 5-2. No acesso à final, Portugal mediu forças com a Itália acabando por vencer por 12-4. A conquista da Liga Europeia 2008 aconteceu após a vitória sobre a Holanda, por 5-1, com golos de Bruno Torres, Madjer (3) e Zé Maria.

Em termos individuais, Madjer foi eleito o Melhor Jogador e Melhor Marcador (11 golos). O holandês Ran Reijer levou para casa o troféu de Melhor Guarda Redes.

2009: RÚSSIA IMPEDIU O TRI

As grandes decisões da Liga Europeia 2009 voltaram a ser realizadas na praia algarvia. Esta foi uma edição que voltou a contar com a disputa das Divisões A e B. Foram realizadas quatro Etapas na Divisão A e três na Divisão B. A Seleção Nacional disputou a Etapa de Minehead (Inglaterra) e Ostia (Itália).

Em Inglaterra a formação portuguesa conquistou 9 pontos fruto das vitórias sobre a Noruega (11-3), Suiça (10-6) e França (6-2). Já em Itália a Seleção Nacional venceu a Noruega (8-2) e a Itália após prolongamento (9-6). No último jogo, em solo italiano, Portugal perdeu, por 7-6, frente à Espanha.

No total das quatro etapas, Portugal ficou em primeiro lugar com 14 pontos, seguiu-se a Espanha e Rússia (12), Itália (11), Suíça e Polónia (6), França (5) e Noruega (3). As decisões foram encontradas entre dois grupos de 3 equipas. No Grupo A, ficaram as formações da Rússia, Espanha e Suíça. O Grupo B, foi composto por Portugal, Itália e Polónia. A equipa das Quinas venceu os encontros frente aos polacos (6-2) e italianos (8-5), garantido a presença na final diante da Rússia. Os russos vencerem o seu grupo com duas vitórias após prolongamento (Suiça e Espanha).

Na final, os golos de Bruno Novo, Zé Maria e Belchior não foram suficientes para vencer, pela terceira vez consecutiva, a competição. A Seleção russa venceu, por 4-3, e escreveu, pela primeira vez, o seu nome da na lista de venceres da Liga Europeia. Com 7 golos apontados Madjer e o italiano Palmacci foram os melhores marcadores. O capitão da equipa das Quinas também foi eleito o Melhor Jogador da competição. O russo Andrey Bukhlitskiy venceu o prémio de Melhor Guarda Redes.

2010: RECONQUISTA EM LISBOA

Depois de duas edições em Vila Real de Santo António a Super Final da Liga Europeia deslocou-se até Lisboa. Em Belém a edição de 2010 voltou a presenciar a vitória da Seleção Nacional perante o seu público. As Seleções que disputaram esta grande final foram encontradas após a realização de quatro Etapas (Moscovo, Marselha, Lignano e Den Haag).

A Seleção portuguesa marcou presença em terras francesas e italianas. Em Marselha, a formação nacional começou por perder diante da Espanha (6-3), prosseguindo com a vitória sobre a Polónia nas grandes penalidades (1-0). No tempo regulamentar o resultado terminou com um empate a quatro. Diante da Seleção francesa os portugueses acabaram por conquistar mais uma vitória (6-3). Na segunda Etapa, Portugal viajou até Lignano para defrontar a Suíça, França e a Itália. A equipa das Quinas começou por derrotar os italianos (6-2) e no segundo jogo os franceses (8-5). Na última partida a Suíça derrotou Portugal pela margem mínima (6-5). Nas contas finais, das quatro Etapas, a Rússia e a Suíça amealharam 15 pontos. A Espanha somou 10, Portugal 9, Itália 8, Roménia 6, Polónia 5 e a França não conseguiu qualquer ponto.

Em Lisboa a formação portuguesa ficou no Grupo A, juntamente, com a Rússia e a Roménia. Depois de uma vitória sobre os romenos (6-1), Portugal chegou à final após o triunfo sobre a Rússia (4-2). A Itália foi o adversário na luta pelo título europeu. Os italianos venceram, no seu Grupo, a Suíça e a Espanha. Com as bancadas lutadas e com um grande apoio, por parte do público português, a equipa das Quinas venceu o encontro com os golos de Alan e Bruno Novo (2). A vitória, por 3-2, sobre a Itália fez com que Portugal reconquistasse a Liga Europeia e somasse o seu quarto título na prova.

Pelo terceiro ano consecutivo, Madjer foi eleito o Melhor Jogador. Com 8 golos apontados, o suíço Stankovic foi o Melhor Marcador e russo Andrey Bukhlitskiy voltou a vencer o prémio de Melhor Guarda Redes.

Fica a conhecer mais sobre as edições da Super Final da Liga Europeia aqui.