EXCELENTE FASE DE GRUPOS NÃO CHEGOU PARA O TÍTULO

A Praia de Copacana recebeu o segundo Mundial organizado pela FIFA. A Seleção portuguesa fez uma fase de grupos com três vitórias mas terminou a competição na quarta posição. Madjer foi eleito o melhor jogador e marcador da competição que o Brasil voltou a vencer!

Em relação à edição de 2005, o Mundial de 2006 teve mais quatro equipas e consequentemente mais um Grupo. A Seleção portuguesa ficou inserida no Grupo C, juntamente com as formações do Uruguai, Ilhas Salomão e Camarões. Nos encontros na fase de grupos, Portugal mostrou-se a um bom nível e venceu os seus três adversários. No primeiro encontro a formação das Quinas derrotou o Uruguai (5-4) seguindo-se duas goleadas. Primeiro sobre os Camarões (10-3) e depois sobre as Ilhas Salomão (14-2). Portugal apurou-se para os quartos de final juntamente com a Seleção do Uruguai.

O Grupo A foi composto pelas Seleções do Brasil, Polónia, Japão e Estados Unidos. No Grupo B as formações da França, Espanha, Irão e Canadá. Já o Grupo D foi composto pela Argentina, Itália, Nigéria e Bahrain.

Nos quartos de final a equipa liderada por Zé Miguel venceu o Bahrain por 6-2. Nos outros encontros o Brasil derrotou o Canadá (12-1), o Uruguai a Argentina (2-1) e a França o Japão (3-2). No acesso à final a Seleção portuguesa não conseguiu vencer a formação do Brasil. O encontro terminou com a vitória da seleção brasileira por 7-4. O Uruguai juntou-se ao Brasil, na final da competição, depois de vencer a França nas grandes penalidades. No tempo de jogo o resultado terminou empatado a duas bolas e nas grandes penalidades a formação sul americana venceu por 1-0.

Franceses e portugueses voltaram a defrontar-se depois de já terem feito na final da edição anterior mas desta vez na luta pelo 3º lugar. A França acabou por vencer, por 6-4, colocando Portugal na quarta posição do Mundial FIFA 2006. O Brasil voltou a vencer a prova depois de derrotar, na final, o Uruguai por 4-1.

Ambos os prémios individuais foram arrecadados por Madjer. Foi eleito o Melhor Jogador e o Melhor Marcador com 21 golos apontados. A França venceu o prémio FIFA Fair Play.

LISTA DE CONVOCADOS:

Bruno Silva (GR); Rodrigues (GR); Hernâni Neves; Pedro Jorge; Alan Cavalcanti; João Saraiva “Madjer”; Mário Duarte “Marinho”; Nuno Belchior, Ricardo Loja, Álvaro, Gustavo e Andrezinho.

Treinador: José Miguel Mateus

 

RESULTADOS / MARCADORES:  

Grupo B / JORNADA 1: Portugal 5-4 Uruguai

Marcadores: Alan (2), Madjer (2) e Hernâni

 

Grupo B / JORNADA 2: Camarões 3-10 Portugal

Marcadores: Madjer (6), Marinho (2), Alan e Gustavo

 

Grupo B / JORNADA 3: Ilhas Salomão 2-14 Portugal

Marcadores: Madjer (4), Alan (2), Gustavo (2), Belchior (2), Ricardo Loja, Hernâni, Paulo Jorge e Marinho.

 

Quartos de Final: Portugal  6-2 Bahrain

Marcadores: Madjer (3); Alan, Gustavo e Belchior

 

Meias Finais: Brasil 7-4 Portugal

Marcadores: Madjer (3) e Alan

 

3º / 4º Lugar: França 6-4 Portugal

Marcadores: Madjer (3) e Alan