EQUIPA DAS QUINAS CONTINUA A PREPARAR 2019

A Seleção Nacional terminou ontem mais um estágio de preparação. Em Rio Maior, Mário Narciso, e a sua equipa técnica, trabalharam com 15 jogadores. Uns mais novos outros mais velhos mas todos focados num só objetivo: triunfar com a camisola das Quinas ao peito!

Foram realizadas 5 sessões de treino e um encontro amigável diante da Casa Benfica Loures. Marcaram presença neste estágio: Rúben Brilhante (ACD O Sótão), Pedro Mano (AD Buarcos), João Gonçalves (Casa Benfica Loures), Pedro Silva (CD Nacional), Elinton Andrade (Flamengo BS), André Lourenço (GR Amigos Paz), Bê Martins, Bruno Torres, Jordan Santos e Léo Martins (SC Braga), Madjer, Belchior, Ricardo Baptista, Rui Coimbra e Tiago Petrony (Sporting CP).

O nazareno Jordan Santos ambiciona marcar presença no próximo Mundial, que será disputado no Paraguai, mas o caminho é longo e ainda haverá mais provas para ganhar, como o próprio refere a site da Federação Portuguesa de Futebol. “É um ano diferente. Estamos a falar da competição mais importante do mundo, sem dúvida que queremos estar lá e fazer boa figura. Agora vamos concentrar-nos na qualificação e nos outros torneios que temos pela frente.”

Já Bê Martins, jogador do SC Braga, que recentemente venceu o Mundialito de Clubes pela formação bracarense, considera importante os estágios para preparar as competições e para ganhar conhecimento entre todos. “Estes estágios são importantes porque nos ajudam a preparar para os encontros que se avizinham e ajudam-nos a ganhar união e entrosamento uns com os outros.”

Também ao site da FPF o Selecionador Nacional fez o balanço dos trabalhos mencionando que a formação nacional está no caminho certo. “Correu muito bem, não houve acidentes de percurso. Foi um estágio ótimo, com o objetivo de preparar e de observar esta rapaziada nova que se está a integrar. Estão a ficar numa boa forma, como nós pretendemos.” Quanto à junção de atletas mais novos com atletas mais velhos Mário Narciso sente-se satisfeito pelo que tem vindo a observar. “Os atletas mais novos integraram-se completamente e ficamos com a certeza de que podemos continuar o bom trabalho que tem sido feito até agora. Quanto aos mais velhos, se eu pudesse dar uma nota, eu diria que os mais velhos são nota ‘20’. 

Perspetivando já a primeira competição de 2019, o treinador setubalense acredita que o Torneio na China, que se vai disputar no fim do mês de Abril, “É uma competição, como se diz, que vem mesmo a calhar. Passado uns dias desta competição na China temos logo uma competição oficial, o apuramento para os jogos de San Diego, onde apenas quatro equipas da Europa se vão qualificar.

 

Foto: FPF