FINAL DECIDIDA NOS PORMENORES DA EFICÁCIA

Foi a melhor prestação portuguesa na Taça Intercontinental. Pela primeira vez a equipa das Quinas chegou à final. O grande objetivo era conquistar este importante troféu mas não foi possível, muito por culpa da eficácia Brasileira no jogo de hoje.

A Seleção portuguesa entrou muito bem no encontro. Apesar do equilíbrio, Portugal foi superior em termos de oportunidades de golo. No fim dos primeiros doze minutos o marcador marcava um empate sem golos. Merecíamos mais! No segundo tempo o Brasil entrou melhor. Começou a criar ocasiões de golo e em duas delas foi eficaz, primeiro por Bokinha depois por Filipe. A formação nacional não baixou os braços mas o golo não apareceu.
No final o que conta são os golos mas não podemos apontar nada aos jogadores que envergaram as Quinas nesta competição.

Portugal conquista assim o segundo lugar e vê Jordan Santos eleito como melhor marcador da Taça Intercontinental.

Foto: Beach Soccer Worldwide

Calendário 2020

Facebook

BEACH SOCCER WORLDWIDE

RANKINGS